Diocese de São Miguel Paulista

História de São José Operário.

 


São José é conhecido como patrono dos pais e dos trabalhadores.

    É fato que a importância de um pai na vida do filho é imensurável. A criança possui a necessidade de auxílio, educação e claro, amor. Assim, o filho de Deus se fez menino e ao longo de sua vida na terra, possuiu a figura de São José como pai amoroso e dedicado em zelar pela vida do filho do Senhor.

    São José é retratado nos evangelhos sob a perspectiva da infância de Jesus, mais propriamente em Lucas e Mateus. Na bíblia, ele é apresentado como um homem justo, que não mediu esforços para zelar pela sua família. Porém, ele não aparece nos relatos da vida adulta de seu filho adotivo, o que leva a muitos teólogos e estudiosos considerarem como hipótese, José ter falecido antes da vida pública de Cristo.

    O santo era carpinteiro, trabalhava dando forma à madeira, transformando-a em móveis, ferramentas e utensílios relacionados. Era judeu praticante, seguia à risca a religião e conhecido por ser um homem de respeito, justo e que seguia os desígnios de Deus.



Imagem tirada de:

José aceitou Maria

    Ao noivar com Maria, José não fazia ideia de quais seriam os planos de Nosso Senhor para sua vida. Assim, com o casamento já em mente, a Virgem recebeu a visita do anjo Gabriel, que anunciou que ela geraria o filho de Deus através da concepção pelo Espírito santo.

    Naquela época, uma mulher engravidar sem estar casada era um verdadeiro escândalo. De acordo com a lei, aquela que teria relações sexuais com outro homem deveria ser apedrejada. Quando José soube da gravidez de sua noiva, não acreditou que aquilo estava acontecendo e inconformado, estava prestes a abandoná-la, porém jamais cogitou a possibilidade de causar mal à Maria.

    Uma noite, já sabendo da notícia e sem sentir paz em seu coração, São José recebeu em um sonho, a visita de um anjo que apareceu para revelar a ele que Maria realmente estava gerando o filho de Deus e que não havia o que temer. Assim, José largou a possibilidade de deixar sua noiva:

“E tu chamarás o seu nome JESUS”

    “Eis que um anjo do Senhor lhe apareceu num sonho, dizendo: José, filho de Davi, não temas receber Maria, tua mulher, porque o que nela está gerado é do Espírito Santo; 21 E dará à luz um filho e tu chamarás o seu nome JESUS; porque ele salvará o seu povo dos seus pecados.” (Mateus 1,20:21).

    Quando se aproximou o nascimento de Jesus Cristo, devido a um decreto romano estabelecido, o casal precisou ir para Belém. Assim, durante o longo percurso que faziam, Maria entrou em trabalho de parto e deu à luz ao menino Jesus em um estabulo.

    Novamente em sonho, o homem foi avisado por um anjo que Herodes soube que o filho de Deus havia nascido e que desejava matá-lo. A instrução era que ele fugisse com sua família para o Egito para que ficassem a salvo. Como um bom pai, José fez o máximo que pode para proteger Jesus e Maria e assim, foram para o Egito e só retornaram após outro aviso do anjo, 4 anos depois quando o rei já havia morrido.



Imagem tirada de:

https://revistarainha.com.br/novena-de-natal-primeiro-ao-quarto-dia.html


A influência de São José na vida de Jesus

    Como um bom pai, José sempre foi presente na vida de Jesus. Desde pequeno, o menino foi ensinado sobre a religião judia e consagrado no Templo, ato este que apenas judeus piedosos realizavam. São José sempre considerou importante passar para Cristo a palavra de Deus.

    Também sempre instruiu seu filho adotivo para o que era certo e o que era errado. Ele ensinou Jesus a ter educação, ser responsável, discernir a justiça e sempre zelou por ele com muito amor.

Imagem tirada de:

https://santo.cancaonova.com/santo/sao-jose-operario-protetor-e-modelo-de-todos-os-trabalhadores/


Como São José morreu?

    Nos primeiros séculos da igreja, o que era pregado é que José foi avisado por um anjo que sua hora estava próxima, mas não se sabe quando e quantos anos Jesus possuía. Com a notícia que recebeu, ele decidiu ir até o Templo de Jerusalém e pedir o auxílio de Deus nesse momento. Chegando em casa, adoeceu e morreu sendo velado com muito amor por Jesus e Maria.

    No entanto, o último relato de José na Bíblia Sagrada, acontece na passagem de que Jesus, ainda com 9 anos, está no templo conversando com os sacerdotes. Portanto, não existem relatos oficiais acerca de como São José morreu, assim as histórias contadas podem ser apenas especulações.


Bibliografia:


Share:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens mais visitadas

Popular Posts

Pages